Inauguração unidade de Vila Isabel

Amigos e clientes, neste sábado (10/09) iremos inaugurar nossa nova unidade na Vila Isabel em Três Rios. No caso, mais um grande passo em nossa história repleta de conquistas e desafios!

Venham conhecer nossa nova loja que preza pelo tradicional atendimento de qualidade, produtos de primeira linha e preços imbatíveis! Endereço: Rua Joaquim Pinto Portela – Nº 115 (Na Esquina da Rua da Feira). Tel: (24) 2252-3614.

Post---297x70mm-Entrerios-Jornal---Nova-Loja-Vila-Isabel-03

Paredes à prova de sujeira

Todo mundo quer uma casa linda e limpa o tempo todo, mas nem sempre isso é tarefa fácil. Seja pelo filho pequeno que resolve rabiscar tudo com lápis de cor, seja um tropeço quando se está com uma xícara de café na mão ou o cachorro que brinca de pular na parede. Mas agora, cada “acidente” pode ser simplesmente lavado, sem deixar marcas com a tinta Super Lavável Antimanchas.

A Super Lavável conta agora com uma tecnologia internacional de hidrorrepelência, ou seja, que repele a sujeira líquida. Assim, fica mais fácil limpar manchas ocasionadas por líquidos como café, chocolate, bem como manchas de batom, lápis de cor e solado de sapato. Ideal para ambientes com crianças e animais, a tinta é indicada para ambientes internos e externos. Tem secagem rápida, ótimo acabamento e é de fácil aplicação. Além disso, o produto não apresenta mais cheiro após 3 horas da aplicação. O produto está disponível em todas as regiões do país e em mais de duas mil tonalidades para colorir os ambientes

Fonte: Coral Tintas

Confiram os ganhadores da Campanha de Dia dos Pais

O barato sai caro: 14 pontos em que não se deve economizar na reforma

thinkstockphotos-4543557691. “Nunca se mude antes de a obra terminar” Carol Lovisaro, designer de interiores

Resolva as pendências, por menores que pareçam, antes de entrar no novo imóvel. Assim você poderá curtir a casa nova sem dor de cabeça. Outra dica: o item em que menos deve economizar é o piso. Se ele não for bom, com o passar do tempo você terá de fazer outra reforma.

2. “Não economize no projeto” Sarkis Semerdjian, arquiteto

Projeto com pouco desenho e pouco detalhamento gera confusão durante a obra e, consequentemente, custo extra para o cliente. O pacote de projetos é um documento formal que protege o morador de custos adicionais apresentados por empreiteiros e construtoras ao longo da execução. Caso algo não dê certo no final, o cliente pode exigir a entrega do que está previsto em projeto.

3. “Desconfie do faz-tudo” Robert Robl, arquiteto

Nunca faça uma obra com o faz-tudo que fulano indicou. Geralmente orço a obra com dois engenheiros de confiança. O valor é um pouco mais alto, mas, no total, sai mais barato do que os extras cobrados pelo faz-tudo do cliente. Sem contar que com o faz-tudo as listas de materiais são intermináveis: mais tinta, mais argamassa, mais isso, mais aquilo… Recomendo fazer a parte executiva com uma empresa de engenharia e execução, que fica oficialmente responsável pelos serviços de gesseiro, pintor, entre outros.

4. “Invista em metais sanitários economizadores e lâmpadas de led” Eduardo Bessa, arquiteto da Cactus Arquitetura

Sugiro não economizar em metais sanitários. Prefira os que controlam o fluxo de água, ainda que custem mais caro; eles resultarão em economia a longo prazo. O mesmo vale para o sistema de iluminação: prefira as lâmpadas de led. Embora sejam mais caras, elas fazem a diferença na sua conta de luz. Se o orçamento for apertado, cogite pintar os banheiros em vez de trocar os revestimentos.

5. “Refazer sai mais caro” Silvana Lara Nogueira, arquiteta

Não vale a pena economizar no planejamento nem na qualidade dos materiais. Pense que a refação sairá mais caro. Não recomendo, por exemplo, reformar um banheiro sem trocar o encanamento e sem fazer uma boa impermeabilização.

6. “Não atropele o andamento da obra” Lucia Manzano, arquiteta e paisagista

Em uma construção ou reforma, as coisas têm uma ordem para acontecer. Quando essa ordem é atropelada, por pressa do cliente ou por falta de conhecimento de quem a está gerenciando, o trabalho de alguma forma precisa ser refeito. Também não economize na proteção das superfícies antes da pintura. Qualquer conserto em um móvel ou piso sairá mais caro do que o custo do material de proteção.

7. “Fuja dos amadores” Ieda Korman, arquiteta

Nunca contrate profissionais que não sejam especializados. Um mau pedreiro ou empreiteiro é o primeiro item de uma obra malfeita. Um projeto que não contempla futuros ajustes de componentes ou acabamentos pode comprometer totalmente o resultado de uma obra. Economizar no eletricista, no encanador e no pedreiro pode significar curto-circuito, risco de incêndio, vazamentos de gás ou de água. Cuidado também ao comprar um imóvel barato pensando em reformá-lo. Só faça isso após consultar um engenheiro ou um arquiteto. Há casos em que os problemas de estrutura, elétrica e até de hidráulica são irreversíveis.

8. “Áreas úmidas precisam de revestimento” Vivian Coser, arquiteta da VCS Projetos

Não gosto de realizar pintura em ambientes úmidos. Nesses casos, a duração da tinta é curta e, geralmente, é necessário realizar nova pintura a curto prazo, o que acaba saindo mais caro do que utilizar revestimentos em todo o espaço. Vale a pena economizar na sofisticação dos acabamentos nas áreas de serviço, sem, porém, deixar de lado a qualidade. Pode-se optar por peças de design mais simples e de menor custo. Para o profissional de arquitetura, negociar com fornecedores e comprar maior quantidade de coisas em um mesmo lugar é uma atitude válida para economizar.

9. “Compre produtos certificados e use tinta adequada na área externa” Bianka Mugnatto, designer de interiores do escritório Interart

Não vale a pena pagar barato por produtos que não tenham certificação ou selos que garantam desempenho, qualidade e durabilidade. Na busca pela economia, muita gente acaba passando tinta látex à base de água na parte externa, se esquecendo de que, após uma chuva pesada, a pintura ficará danificada. É importante usar a tinta correta para cada ambiente, assim como prever os materiais ideais de acordo com a situação. Com o tempo, em uma região litorânea, uma luminária de ferro vai enferrujar. Embora sejam mais baratas, elas não têm a mesma resistência do alumínio.

10. “Materiais básicos devem ser de boa qualidade” Fernando Figoli, arquiteto do escritório Figoli-Ravecca

Não economize na qualidade dos produtos que pretende ter em sua obra. Isso vale desde o tijolo que vai ser usado para construir a parede, o material do mobiliário até, principalmente, os itens que ficam dentro das paredes, pisos e forros, como tubulações, material elétrico e de impermeabilização. Se forem de baixa qualidade, eles terão de ser substituídos em uma nova obra, e o custo de reposição vai ser alto. Gaste uma vez só!

Fonte: Casa e Jardim

As cores da estação: Outono

desertO outono é a estação com o clima mais fresco, noites agradáveis e tardes douradas.

A queda das folhas traz renovação e nos inspira a mudar. Aproveite a estação para renovar a sua casa também! As cores de outono da Coral são compostas por tonalidades neutras e que remetem à natureza e a esse clima aconchegante, típicos do outono. Que tal também se inspirar nas cores dessa época do ano e brindar sua casa com a beleza incomparável do entardecer dourado?

Cores não faltam e a inspiração para essa mudança está em toda a parte! As árvores nos dão um recado: é preciso deixar o velho ir e se preparar para a chegada do novo!

Fonte: Coral Tintas

A cor do ano de 2016, segundo a Coral é o Ouro Monarca. Veja aqui como usar!

Aqui no Brasil você a conhece como Tintas Coral, mas, no resto do mundo ela se chama AkzoNobel. E, todo ano, essa empresa reúne um time formado por designers, arquitetos e pesquisadores de tendências para apurar quais cores se destacarão no ano seguinte.

Esse grupo compartilha ideias de como acredita que o consumidor olha e compreende o mundo. Estas ideias são agrupadas em quatro ou cinco grupos de tendências, que se interligam a partir de uma ideia-chave principal. Cada assunto gera uma palheta de cores diferente. Tudo combina entre si. Esse ano, o tema principal foi o olhar para os dois lados, a dualidade. E a cor escolhida para representar esse assunto foi a Ouro Monarca, um ocre que puxa para o dourado.

Por que essa cor para representar a dualidade? O dourado, eles defendem, é uma cor que se encaixa tanto no passado quanto no futuro. Se parar para reparar, igrejas datadas de séculos atrás são cobertas de dourado; ao mesmo tempo o ouro também é modernidade e brilho.

ouro 1

À primeira vista, o ochre gold pode até parecer uma cor difícil, nós também ficamos um pouco ressabiados, mas, pesquisando por imagens, ela começa a se mostrar bastante aconchegante e gostosa. Ao mesmo tempo, é empolgante. Combina bem com uma gama enorme de tons e cores, criando efeitos diferentes para diferentes estilos de decoração.

ouro 2

Como nós falamos, dá pra brincar muito com as emoções que a cor pode assumir. Quando combinada com o azul, o ambiente ganha uma alegria, uma cara de verão. É uma combinação que fica bem bacana de ser vista na cozinha e sala de jantar, não acha?

ouro 3

Se a ideia é um espaço mais relaxante, a cor vai bem com rosas, tanto em tom pastel quanto o rosa queimado. Ainda tem medo de brincar com o rosa por achar que ele pode ficar muito feminino? Ao lado do ocre ele ganha um jeito mais sóbrio.

ouro 4

Se você busca sobriedade, a combinação de um tom escuro + ouro monarca ajuda nessa ambientação. A luz da segunda cor garante que o seu ambiente não fique nem muito escuro nem pesado.

ouro 5

Mas, caso você não queira mudar um cômodo inteiro (nem mesmo uma parede), a dica é a de aproveitar em objetos pontuais, como em um móvel de destaque ou uma roupa de cama. Mudar um pouquinho que seja também é legal ouro 6

Agora, se você estiver planejando um quebra-quebra pra valer, vale a pena considerar a cor para ser aplicada em azulejos. Olha como ela fica linda!

Só uma detalhe: a cor que aparece na foto nem sempre é igual a realidade. Cada foto é clicada sob uma iluminação diferente, com câmeras diferentes e editadas digitalmente. Como é praticamente impossível encontrar cores exatas, escolhemos tons semelhantes visualmente. De qualquer jeito, as dicas continuam funcionando. A cor oficial Ouro Monarca é essa:

ouro 7

“É uma jornada fascinante. Começar com algo muito abstrato e desenvolver isso para algo que inspire nossos clientes. É ótimo trabalhar com a sua paixão por cor e design. É o que eu amo e é como eu vivo e penso.” – Willeke Jongejan, pesquisador da Akzonobel

 

FONTE: Casa e Cozinha

Como pintar a porta principal da sua casa

A porta principal da sua casa é a primeira coisa que as pessoas veem e que dá as boas-vindas aos convidados. Por isso este elemento também pode ser decorado e personalizado, sendo um sinal de identidade e estilo. Se está pensando em dar um novo ar ao seu lar, anote: em umComo.com.br explicamos como pintar a porta principal da sua casa; redecore a fachada principal da sua casa seguindo estes conselhos.

Instruções

1) Escolha a cor. Esta é a parte principal, pois cada cor tem o seu significado e será o sinal de identidade da sua casa. Propomos a você as seguintes cores:

  • Branco. se quer dar uma sensação de paz e tranquilidade, esta é a cor que deve escolher. Além disso, combina com a maioria de cores e fachadas. O ponto negativo é que se suja com mais frequência e as manchas são mais perceptíveis. Por isso, se decidir pintar a porta desta cor deverá limpá-la com frequência.
  • Vermelho. Esta é uma das cores mais atrevidas, além de estilosa, moderna e contemporânea. Com esta cor dará um toque latino à casa. Por outro lado, o vermelho aumenta o Feng Shui, melhorando sua qualidade de vida e aumentando as boas energias do lar. Se decidir pintar sua porta de vermelho, chamará a atenção; recomendamos caso tenha sua porta em direção ao sul.
  • Azul. Assim como o branco, transmite serenidade e calma. Esta cor é própria de casas brancas e do sul da Europa. Pintar sua porta desta cor significa abundância e lealdade. Se quer transmitir bem-estar dentro do seu lar, o azul é a melhor cor.
  • Madeira. É a opção clássica e se adapta à maioria de estilos. Existe um montão de variedades e uma grande faixa de cores de madeira. Selecione a que mais se adapta ao estilo da sua fachada.

 

porta casa

Imagem: livecolorful.com

2) Depois de escolher a cor, prepare-se para pintar. Em primeiro lugar, coloque um pano, um plástico ou papelão na área da porta. Assim evitará sujar o chão de tinta.

3) Para não dificultar o processo, tente tirar a maçaneta e a fechadura da porta. Se não for possível, recomenda-se tampar com plástico para não manchar.

maçaneta

Imagem: vintageandchicblog.com

4) Limpe a porta antes de pintar. Pode usar um limpador antimofo, que pode ser encontrado em qualquer loja de limpeza ou loja especializada. Também pode fazer uma mistura de uma parte de cloro por três de água. Aplique qualquer dos dois limpadores e deixe secar.

5) Cubra o contorno da porta com fita crepe, fazendo com que as linhas da tinta fiquem retas e evitando pintar as partes não desejadas. A seguir, use uma espátula e retire a tinta da porta. Se a sua porta for metálica, pode usar uma escova de aço para tirar o óxido.

6) Depois, com uma lixa de grão médio, elimine os restos de tinta e lixe a porta. Quando estiver pronta, passe um pano úmido para limpar e tirar o pó. Caso a porta tenha buracos, preencha com metal no caso da porta metálica ou com massa corrida se for de madeira. Assim ela ficará perfeita e lisa. Você poderá encontrar ambos os produtos em qualquer loja de materiais de construção.

7) Chegou a hora de pintar a porta. Dê, primeiro, uma demão de tinta antioxidante e volte a lixar a porta. Depois, volte a pintar a porta com o antioxidante. Quando estiver seca, dê a primeira demão de tinta e deixe secar, lembrando que pode demorar até um dia. Quando tiver secado pode dar a segunda demão… E pronto já tem a sua porta principal de casa com uma nova aparência!

FONTE: Um como