Apartamento de 350 m² tem decoração despojada e muito branco

Assim que o filho Leon nasceu, há cinco anos, a paulistana Marina Acayaba e o argentino Juan Pablo Rosenberg, ambos arquitetos, resolveram se mudar porque o apartamento onde moravam, de 150 m², tinha apenas um quarto. A família foi para um apê com o dobro de área, no 12° andar de um edifício nos Jardins, em São Paulo. Hoje, aquele menino saltita pelos 300 m² com energia, acompanhado da irmã, Eva, de 3 anos. Pode-se dizer que a alegria infantil traz bom astral à casa, mas não é só. “Acho que uma marca daqui é o despojamento”, diz a proprietária, de 35 anos.

Ao entrar no imóvel, a partir do vazio do hall de entrada e distribuição, vê-se, à frente, um pórtico para o living retangular. O elemento está incorporado a uma estante branca que se estende desde a sala de estar até a de jantar. Feito de finas chapas metálicas, soldadas in loco, esse móvel sob medida tornou-se uma das marcas registradas do escritório AR Arquitetos, fundado por Marina e Juan Pablo em 2008. Seu visual preciso e refinado contrasta com duas paredes descascadas nos ambientes sociais, cada qual simetricamente posicionada, que deixam os tijolos aparentes e trazem um jeito de casa. “É um efeito high-low”, aponta o portenho, de 41 anos.

Os espaços de receber expõem design contemporâneo, lembranças de família e de viagem, além de arte. Um trabalho de Luiz Paulo Baravelli, por exemplo, pertencia aos pais da proprietária. “Para obter essa configuração, levou um tempo, tudo foi pouco a pouco incorporado”, conta Marina. “Chegamos até a comprar peças importantes que não caíram bem, e depois as vendemos via internet”, diverte-se ela.

Se o branco domina as paredes do hall, do living, da cozinha e do escritório, há espaço para mais cores na área íntima. O quarto dos meninos, que usam um só banheiro, ganhou uma parede vermelha; e o de brincadeiras, uma azul. “Poderíamos ter feito uma suíte para cada um deles, mas preferimos que convivam e aprendam a dividir”, comenta Juan Pablo. Já a suíte do casal exibe um tom de cinza atrás da cama, em harmonia com o escuro da imbuia empregada no mobiliário de linhas retas também assinado pela dupla.

Fonte: Casa e Jardim

Com estilo industrial e cores quentes

A inspiração para criar do fotógrafo Léo Fagherazzi vem, principalmente, das obras irreverentes dos fotógrafos David LaChapelle e Robert Mapplethorpe. O gosto pelas cores e a personalidade marcante não ficam apenas nos cenários do profissional. Toda a atmosfera veio para dentro de sua casa, que mistura lar e estúdio.

O imóvel de 214 m², em São Paulo, passou por uma reforma de três meses que trouxe aos ambientes um toque moderno e prático, mas sem perder o conforto. “Acreditamos que é necessário um “casamento” entre o cliente e o arquiteto para alcançarmos o resultado final desejado. Nesse caso não foi diferente”, afirma o arquiteto Pedro Bazani, responsável pela transformação.

Uma parede rosa na sala de jantar, sofá laranja e o quarto branco marcam decoração assinada pelo Estúdio Pedro Bazani

A inspiração para criar do fotógrafo Léo Fagherazzi vem, principalmente, das obras irreverentes dos fotógrafos David LaChapelle e Robert Mapplethorpe. O gosto pelas cores e a personalidade marcante não ficam apenas nos cenários do profissional. Toda a atmosfera veio para dentro de sua casa, que mistura lar e estúdio.

O imóvel de 214 m², em São Paulo, passou por uma reforma de três meses que trouxe aos ambientes um toque moderno e prático, mas sem perder o conforto. “Acreditamos que é necessário um “casamento” entre o cliente e o arquiteto para alcançarmos o resultado final desejado. Nesse caso não foi diferente”, afirma o arquiteto Pedro Bazani, responsável pela transformação.

Cores

O paisagismo, assinado por Paula Tsuyama, trouxe o verde para dentro de casa. A profissional criou móbiles com espécies diferentes de plantas para valorizar o pé-direito de 3,5 metros na sala.

No quarto, Pedro optou por um ambiente neutro. “Decidimos que o espaço seria praticamente uma “tela em branco” para inspirar Léo, que aposta em muitas cores em suas obras”, explica o arquiteto.

Até no banheiro da suíte, a irreverência marca presença. As bancadas normais foram substituídas por um tanque branco. A área molhada ganhou um mix de revestimentos cerâmicos coloridos, inspirados no piso da Galeria do Rock, na capital paulista.

“Para a sala de jantar, escolhemos um rosa alaranjado. Um tom mais descontraído do que geralmente encontramos na decoração”, explica Pedro. A cor dá destaque ao living preto e branco, integrado à cozinha.

Materiais

“Nós acreditamos na valorização de materiais já existentes na estrutura original”, afirma o arquiteto, que optou por revitalizar o piso de ardósia do imóvel. Para trazer um toque industrial ao décor, o profissional apostou em sofá de couro, paredes de tijolos e cortina de voil na suíte.

Resultado

Ao mesmo tempo que o projeto segue tons de uma arquitetura clássica – por conta das tesouras do telhado – o ponto alto, na opinião de Pedro, é a irreverência e personalidade na escolha das cores.

Sobrou tinta? Saiba o que fazer

Segundo nosso especialista em pintura, o ideal é guardar a lata em um lugar coberto, sem umidade ou calor excessivo, sempre na posição vertical e sem movimentação. Vale destacar que as tintas que ficam acondicionadas por muito tempo podem formar uma película resultante da ação do ar. Para evitar isso, tampe bem a embalagem – devemos fechar a lata de maneira que não exista a possibilidade da entrada de ar. Em caso de esmaltes e vernizes à base de solvente, nosso especialista recomenda colocar sobre a superfície um pouco de Coralraz, o que vai ajudar a impedir o contato direto com o ar da lata.

Porém, se você não quiser guardar a tinta, faça uma doação a amigos, vizinhos ou instituições de caridade. Nunca despeje o produto pelo ralo ou em outros cursos de água. #ficaadica

Se você tem dúvidas técnicas ou sobre combinações de cores, mande para gente! Tudo de cor para você e até amanhã!

Fonte: Coral

Fachada em tons lilás e roxo com o novo Coral Acrílico Total

A fachada é o cartão de visitas da casa, por isso nós vamos ajudá-lo indicando cores exclusivas da cartela de tonalidades do Coral Acrílico Total, um lançamento que dá o melhor resultado comprovado. Entre as 210 cores exclusivas do sistema tintométrico do nosso novo produto, vamos indicar os tons “Roxo Total”, mais vibrante, combinado com “Anoitecer Magistral”, mais suave, criando uma ótima opção para quem quer sua fachada tom sobre tom.

Outra combinação que cai bem é usar a cor “Essência Lilás” combinada com “Ritual Prateado” ou com “Lilás Dinâmico”. Juntas, elas criam uma fachada suave e harmônica E para quem se inspirou nessas dicas e vai renovar a fachada, pode usar também as outras 20 cores prontas do Coral Acrílico Total. A nova tinta tem desempenho superior em cobertura, resistência e lavabilidade.

Tudo de cor pra você!

Fonte: Coral

Maneiras de decorar a casa para quem tem ansiedade

Uma seleção de ideias para te ajudar a dormir melhor e ficar mais relaxado durante o dia.

1. Plantas, sempre bem-vindas

De acordo com uma pesquisa do jornal holandês Journal of Environmental Psychology, ter plantas em casa, especialmente espécies com flores, como o antúrio, ajuda a diminuir o nível de estresse.

2. Invista no azul

Você é daquelas pessoas que adoram cores vibrantes? Sabia que esses tons mais fortes podem aumentar a ansiedade? A dica é apostar no azul. A matiz ajuda a reduzir a pressão sanguínea, acalma e até melhora a qualidade do sono.

3. Estantes e prateleiras livres

Móveis abarrotados de livros podem prejudicar a sua saúde. Mesmo que organizados, eles acumulam poeira e trazem a sensação de bagunça, o que aumenta o nível de cortisol – hormônio do estresse – no sangue. Para resolver, basta deixar sua estante ou prateleira com alguns espaços vazios.

4. Invista em poucas estampas

Na hora de escolher qual desenho usar na decoração, opte por uma ou duas opções apenas. Ao misturar muitas texturas, cores e efeitos, você cria uma bagunça visual que pode aumentar a ansiedade.

5. Maneire na tecnologia

Muito barulho também pode prejudicar os ansiosos. Por isso, ao entrar em casa tente não ligar automaticamente a TV. Um tempo em silêncio ajuda a acalmar.

6. Compre flores

Passou em frente a floricultura? Não hesite! Uma pesquisa científica da Ellison Chair in International Floriculture comprovou que flores trazem um ar natural aos espaços e essa sensação ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade.

7. Posicione a cama

A sua cama tem um lugar certo para ficar no quarto. De acordo com o feng shui, ela deve ficar do lado aposto à entrada, mas não de frente para a porta para não receber muita energia. Cama muito energizada pode deixar a pessoa com o sono muito agitado.

7. Posicione a cama

A sua cama tem um lugar certo para ficar no quarto. De acordo com o feng shui, ela deve ficar do lado aposto à entrada, mas não de frente para a porta para não receber muita energia. Cama muito energizada pode deixar a pessoa com o sono muito agitado.

8. Abra as janelas

Uma pesquisa da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, descobriu que pacientes internados em hospitais sentem menos dor e ficam menos estressados quando são expostos à luz natural. Então, abra as janelas!

9. Escolha um aroma de lavanda

Um estudo da Universidade de Medicina de Miami, nos Estados Unidos, apontou que o aroma de lavanda tem um efeito positivo no humor e ainda deixas as pessoas mais relaxadas. Invista em óleos e sprays com essa aroma.

10. Espelhos

Pesquisadores do Instituto de Psiquiatria de Londres descobriram que encarar muitas vezes nosso reflexo no espelho pode aumentar o estresse. Por isso, evite espalhar muitos pelas casa. Que tal um no banheiro e outro no closet?

Fonte: Casa e Jardim

Coralit Zero: portas e janelas brancas por mais tempo

Na hora de dar uma cara nova ou até mesmo na hora de cuidar da casa, não são apenas as paredes que precisam da sua atenção e de uma camada nova de tinta, as portas e janelas também necessitam de cuidado.

Pintar as portas e janelas pode renovar e transformar seu ambiente, dando um toque charmoso e moderno a sua casa. Mas se a pintura for feita com esmaltes sintéticos comuns, a tinta pode ter aquele cheiro forte e demorar para secar. Além disso, a cor branca vai amarelando com o tempo, o que não é um defeito da tinta, mas uma característica dos esmaltes sintéticos comuns.

Por isso, para ajudar você nessa tarefa de renovar todos os cantinho da sua casa, criamos o Coralit Zero, um esmalte sem cheiro, com secagem rápida e que ainda deixa portas e janelas branquinhas e com cara de novas por muito mais tempo.

Justamente por ser à base de água e não ter cheiro, ele é ideal para famílias com crianças e animais de estimação. A limpeza das ferramentas também é super fácil, pois pode ser feita com água, tornando o processo mais fácil e dispensando o uso do aguarrás.

Além disso, Coralit Zero também pode ser usado em móveis e peças de metal, como janelas e outras estruturas metálicas. Ele também pode ser aplicado diretamente sob alumínio e galvanizado (não tem necessidade de Fundo), o que torna o trabalho de pintura ainda mais prático.

Experimente também renovar móveis e pequenos objetos de madeiras e metais com Coralit Zero! Os tons coloridos vão alegrar e dar um toque muito charmoso ambiente, uma maneira pratica e fácil de decorar. São mais de 2.000 cores disponíveis no Sistema tintométrico, no acabamento Brilhante e Acetinado.

Então você já sabe, né? Para renovar e manter a cor das portas e janelas bonitas por muito mais tempo use Coralit Zero, o acabamento fica perfeito e o resultado fica surpreendente. Tudo isso com durabilidade de 10 anos.

Fonte: Coral

Guia passo-a-passo: Quarto Espacial

O espaço sideral é um assunto infinitamente fascinante e inspirador, por isso vale a pena despertar a curiosidade e os grandes sonhos de seus pequenos cosmonautas e deixar o quarto deles maravilhoso. A gente nunca sabe. Vai que eles realmente alcancem as estrelas no futuro.

Essa decoração parece coisa de ficção científica. Mas não se engane! Dar esse efeito intergaláctico ao quarto das crianças não é coisa de outro mundo.

Saiba como fazer:

1) O primeiro passo é pintar as paredes e o teto com a tinta Luz da Lua.

2) Em seguida, pinte uma parede mural com a cor Lápis Preto – ela será o pano de fundo de sua galáxia.

3) Certifique-se de cobrir tudo o que você não quer que seja pintado com fita crepe e algum tipo de proteção em papel ou plástico – incluindo suas roupas. Por isso, use roupas velhas, óculos de proteção e um boné velho.

4) Dilua um pouco das tintas Roxo Palácio e Canto do Azulão com água. Uma boa proporção é 1/3 de tinta para 2/3 de água.

5) Use uma cor de cada vez, começando com a Canto do Azulão. Mergulhe um pequeno pincel na tinta e segure-o em frente à parede preta. Faça um movimento rápido e bata o pincel contra outro pincel de forma que a tinta espirre na parede, criando um efeito de galáxia.

6) Adicione uma quantidade menor de Roxo Palácio na parte superior e finalize com o tom Branco Cru, usando a mesma técnica explicada acima.

7) Mergulhe o cantinho de uma folha de papel na tinta Branco Cru para dar o efeito de brilho em algumas estrelas.

8) Escolha algumas estrelas e deixe-as maiores usando um pouco mais da tinta aplicada na ponta de um cotonete.

9) Espere tudo secar e prepare-se para a decolagem…

Você precisará de:

  • 3,6 litros da tinta Super lavável na cor Lápis Preto.
  • 3,6 litros da tinta Super lavável na cor Luz da Lua.
  • 360ml da tinta Super lavável na cor Roxo Palácio.
  • 360ml da tinta Super lavável na cor Canto do Azulão.
  • 360ml da tinta Super lavável na cor Branco Cru.
  • 3 pinceis.
  • Cotonetes.
  • Papel ou plástico para forração.
  • Uma escada – suficientemente alta para você alcançar o teto e que tenha um apoio para as mãos.
  • Um pedacinho de papel dobrado.

Faça já o seu!

Especial texturas: como aplicar

s-rie-especial-texturas-como-aplicarO primeiro passo depois de escolher o tipo e a cor é ler atentamente as instruções da embalagem do produto – há algumas diferenças, de acordo com o tipo de textura. Normalmente, a preparação da superfície será a mesma que para as pinturas convencionais, mas você precisará de alguns instrumentos extras, como rolos especiais e desempenadeiras.

Em geral, a textura é aplicada com desempenadeira. Ela deve ser espalhada de maneira uniforme em áreas de no máximo 2 m². Se a aplicação for em blocos de concreto ou reboco grosso, aplique uma demão bem farta e, em seguida, passe o rolo decorativo. Caso a textura seja diluída, a aplicação dever ser feita diretamente com o rolo decorativo.

E se você já tem uma parede com textura, mas deseja apenas trocar de cor, indicamos um rolo de pêlo baixo ou médio, para garantir a uniformidade do novo tom. Mas se o acabamento anterior tiver brilho será necessário lixar.

Fonte: Coral

O significado das cores e como usá-las na decoração

o_verde_a_meu_favor_1_1Quer colocar uma dose de energia a sala ou deixar o quarto com um ar mais calmo? Descubra a cor certa para pintar o ambiente

Laranja – Expande o seu pensamento
Essa cor vibrante aumenta a autoconfiança e incentiva que você se expresse com mais segurança. Use-a quando quiser se sentir mais jovem. Esse é o tom das risadas e comemorações.

Na decoração: Para começar a integrar a cor na sua casa, invista em detalhes. Oescritório pode ganhar um mouse pad. Um pufe laranja cai bem no quarto das crianças. Na cozinha, as cadeiras ou até mesmo um quadro decorativo já são um bom começo.

Verde – Prosperidade
A cor que remete à natureza também traz a sensação de conforto. Se você está buscando novos desafios e crescimento pessoal, aposte nessa matiz. Além disso, overde ajuda a despertar o talento e inspira você a mostrá-los para o mundo. Quando pensamos em saúde também é esse o primeiro tom que vem em mente. Ele representa a nutrição e o equilíbrio do corpo. Use para rejuvenescer e aumentar obem-estar físico e emocional.

Na decoração: Não tenha medo de apostar no verde. Pinte uma parede ou traga móveis como cadeiras e mesa de centro para o lar. Se o décor da sua casa permitir, aporta de entrada pode ganhar destaque com o tom. Caso prefira ser mais discreto, tigelas ou toalhas de banho são uma ótima opção.

Lilás – Espiritualidade
Essa cor está ligada à espiritualidade e nos permite entrar em contato com o nosso eu superior. O lilás é o tom que encoraja a busca por novas perspectivas nas questões emocionais. E mais: aumenta nosso astral.

Na decoração: Para despertar compaixão nos amigos e familiares e estimular a conexão, nossa sugestão é apostar na cor nos ambientes externos.

Azul escuro – Eficiência
Precisando tomar uma decisão? Essa é a cor que vai te inspirar. Ela limpa os pensamentos e ajuda a ter clareza sobre o que é dispensável e o que realmente importa.

Na decoração: Apesar de ser um tom forte, o azul escuro pode ficar ótimo na sala. Se preferir, aposte nos pequenos detalhes, bandejas e cestos de lixo que dão um toque especial aos ambientes.

Azul claro – Paz
Tranquilidade é a palavra-chave quando falamos em azul claro. Ele alivia tensões, traz calma para o lar e harmoniza as relações.

Na decoração: Sem medo de ousar, pinte paredes, invista em móveis como cabeceiras e cadeiras ou traga o tom para o lar nas cortinas. E, acredite, até o teto da casa pode exibir esse tom sem riscos.

O poder da cor na decoração de interiores

A cor está presente em todo o lado no nosso dia-a-dia: no trânsito, nas roupas, nos alimentos… e especialmente nas paredes que nos rodeiam, sob as mais diversas formas. Na decoração e no design, assume um papel essencial.

Assim, ao projetar a decoração de um espaço é crucial saber de que modo tirar proveito da cor para que nos sirva da melhor forma.

Aplicada na justa medida e no lugar adequado, a cor é o instrumento perfeito para dominar qualquer espaço. Temos sete ideias perfeitas para poder melhorar o seu espaço e elevá-lo a um outro nível usando apenas pinceladas estratégicas. Confira:

Base monocromática: uma unidade que proporcione um só tom neutro, como por exemplo uma grande carpete, torna-se na base ideal, permitindo introduzir chamativos toques de cor na divisão.

Parede e teto unificados: a pintura do teto da mesma cor das paredes têm o poder ilusório de aumentar verticalmente o espaço. Se os móveis são claros, é interessante criar um contraste com paredes em tons mais fortes; pelo contrário, branco ou tons claros nas paredes e no teto, para além de proporcionarem mais claridade aliados à luz natural, possibilitam a escolha de móveis escuros.

Ton Sur Ton: outra ótima ideia para adicionar um pouco de cor na decoração de ambientes são os papéis de parede texturados e estampados sobre uma base da mesma cor. O resultado é excelente ao combinar acabamentos, por exemplo polidos brilhantes com outros mates, ou quando se joga com a diferente intensidade de tons dentro da mesma gama de cor. Uma só parede com um ton-sur-ton escuro, de um bordeaux ou mesmo de um negro, adiciona personalidade e profundidade ao espaço.

Igualar acabamentos: um dos melhores recursos para que uma qualquer porta passe despercebida, ou pelo menos não chame muito à atenção, é dar-lhes o mesmo acabamento de cor que a parede em que está inserida.

Cores ‘relax’: a ausência de tons intensos é necessária quando se almeja criar uma atmosfera tranquila. Não há melhor espaço para aplicar esta máxima que o quarto: aqui sempre deve primar a tranquilidade e propiciar o relaxe. O branco e as madeiras são, por exemplo, excelentes aliados para conseguir este objetivo.

Numa só fachada: uma superfície contínua num tom intenso é o suficiente para aquecer um ambiente. Na cozinha, por exemplo, o chão e os móveis podem ter acabamentos neutros, e reforçar o efeito com eletrodomésticos igualmente neutros, enquanto os azulejos e as paredes possuem cores fortes, como um encanado vivo (podendo até ser aplicada a ideia do ton-sur-ton). O resultado é chamativo mas sem excessos, e é sempre beneficiado por uma boa entrada de luz natural.

Toques de cor: quadros coloridos sobre uma parede lisa de um tom neutro; objetos de design sob mesas brancas, pretas, de madeira ou de vidro; portas que se destacam ao invés de se disfarçarem, pintando-se de uma cor viva… as hipóteses são infinitas.

Fonte: Fórum da Construção